quinta-feira, setembro 02, 2010

Freedom

De joelhos nao é a maneira de ser livre, não se aproxime ou terei que ir. Tal como a gravidade , são esses lugares que me puxam. Se alguma vez houve alguém para me manter em casa, seria você...
Eu nao sei o que essas pessoas esperam de mim , nem o que pensam , mas sei que sou o que elas nunca pensaram.
E quando eu posso sentir chega o amanha, tudo está se movendo em uma cena surreal.
Eu tenho minha indignação , mas sou pura em todos meus pensamentos.
Gosto de sentir o vento, sinto-me parte de todos os lugares. A solidão nao me parece tao ruim dessa maneira.
Estou em uma estrada que está desaparecendo , apenas observe eu deixar tudo isso para trás... a liberdade e a beleza da natureza são boas demais para serem deixadas de lado.
E eu também sei o quanto é importante na vida não necessariamente ser forte mas sentir-se forte. Para medir-se pelo menos uma vez. Para  encontrar-se pelo menos uma vez na mais antiga das condições humanas. Enfrentar essa 'morte cega' sozinha, sem nada para ajudar, apenas suas mãos e sua própria cabeça.

Eu conhecia todas as regras, mas as regras não me conheciam.



(L.A)

19 comentários:

Leonardo Marques disse...

Pode ser considerado como um raio-x da adolescencia.
Quem dera todos os jovens da era colorida tivessem metade do pensamento que você tem.

Niddo disse...

não sou bom entendedor desse tipo de poesia, mas o texto esta otimo :)

http://niddotiras.blogspot.com/

1001 Filmes e seriados disse...

Interessante o que disse..

"E eu também sei o quanto é importante na vida não necessariamente ser forte mas sentir-se forte."

Gostei disso.rs

Beatriz Verissimo disse...

super interessante.

Rafael disse...

Não é saber, é sentir que esta vivo né? Que tem alguem ai dentro, que não é pedra... que tem sangue pulsando ainda...
É o que dizem, que quando seguem todas as regras, perde toda a diversão xD

bjauM!


www.suportedamente.blogspot.com

Italo Gomes disse...

Belissimo texto!

Ja passei pelo seu blog algumas vezes.. a meses atras.. vc devez em quando atualiza ne rsrs

Parabens belo post


http://italoopensador.blogspot.com/

xD

bruna disse...

Essa da foto é você? Foto linda.
Seu post é interessante.
Beijos

http://brunarkm.blogspot.com/

L.A disse...

obrigadaa, na foto sou eu simm :)

diogo disse...

gosto deste estilo, mostra que vc segue as regras, mas do seu jeito...

Ingrid Busquet disse...

selinho pra você no meu blog!

Marcus James disse...

Adorei o Texto!

http://otherwaytolove.blogspot.com/

Fabricio bezerra da guia disse...

as vezes é bom desabafar sobre a vida e sobre a adolescencia

Caio Fábio d'Araújo disse...

Isso dava uma otima música! Adorei o texto.. se você que escreveu... quer casar comigo? rsrsrs

http://caiofabioa.blogspot.com/

Yorrana Barbosa disse...

Como sempre seus textos sao perfeitos.
Muuuuiito lindos , mesmo .
Eu sempre estou aqui , comento quando eu posso , mais sempre visito .
Parabens pelo blog .

http://dreamsofyorrana.blogspot.com/

meusblogs disse...

Gostei do teu blog, textos interessantes! Estou seguindo aqui! Conto com sua presença em meu blog!

http://jardim-das-hesperides.blogspot.com

Rogerio disse...

as regras podem ser quebradas...a vida é apenas uma...temos que viver da melhor maneira possível...belo texto...

Karla Hack disse...

Maravilha de texto!
Uma análise pessoal e lírica..
adorei!
;D

Marcelo disse...

Parabéns pela iniciativa!

www.marcelobelini.wordpress.com

Andressa Alkeen disse...

Completamente lindo o seu texto.
"Gosto de sentir o vento, sinto-me parte de todos os lugares. A solidão nao me parece tao ruim dessa maneira.
Estou em uma estrada que está desaparecendo , apenas observe eu deixar tudo isso para trás... a liberdade e a beleza da natureza são boas demais para serem deixadas de lado."
Lendo seus textos eu me sinto muito melhor, de qualquer forma obrigada.

Postar um comentário